top of page

Ciranda de Saberes - Entre compartilhamentos e vivências

O impacto do trabalho de educação socioemocional nos espaços de educação formal.





A segunda fase de execução do projeto Motirõ aconteceu no período de março a junho de 2023. Nessa etapa, os municípios sertanejos de Uiraúna, Bernardino Batista e São José de Piranhas foram contemplados com a disseminação da metodologia socioemocional proposta pelo projeto.


Foram realizadas parcerias com os gestores das políticas públicas de Educação e Assistência dos municípios e, as inscrições e matrículas dos profissionais selecionados para serem os multiplicadores formados e certificados para replicar a metodologia socioemocional com estudantes e famílias.


Na primeira etapa das ações do projeto foi realizado o período formativo com os profissionais da Educação e da Assistência Social, onde vivenciaram o processo transformacional e desenvolveram habilidades socioemocionais, principalmente a assertividade e empatia, proporcionando melhoria e crescimento pessoal e profissional. Vejamos o depoimento de uma Professora:

O Motirõ foi uma experiência nova e diferente na minha vida, uma oportunidade de me aperfeiçoar para ser uma profissional e uma pessoa melhor, além de poder conhecer pessoas incríveis e poder compartilhar experiências e conhecimentos com elas, também pude me conhecer um pouco mais, e ampliar minha visão para a vida de uma forma que eu não via antes, quanto mais eu trabalhava com meus alunos sobre as temáticas abordadas, mais eu refletia sobre as pessoas e sobre o nosso modo de viver, ver a mudança acontecendo também nos meus alunos me fez sentir realizada e feliz, valorizando as pequenas mudanças que acontecem conosco a cada dia, para quem sabe um dia estas se tornarem grandes sucessos. Multiplicadora Deisyanne de Lima

Na segunda etapa, foram realizadas pelos professores as oficinas de implementação da metodologia socioemocional com os estudantes do ensino fundamental e, de forma simultânea foram realizados pelos profissionais da Assistência Social encontros coletivos e atendimentos individuais de desenvolvimento socioemocional com as famílias desses estudantes. Vejamos:

O Motirõ nos tornou aptos a propiciar vivências e experiências aos nossos alunos que os fazem olhar a vida deles e perceberem que existem muitas formas de superar suas vulnerabilidades, tornando-os protagonistas de suas histórias. Os desafios foram vários, contudo nos tornou mais fortes e preparados para a caminhada. Agradeço muito por ter tido a oportunidade de conhecer e compreender melhor o socioemocional, assim como dos meus pupilos. Multiplicadora Elianne Dias.

Para finalizar esse 2° ciclo do projeto foi realizada na sede da Pisada do Sertão o evento Ciranda de Saberes que reuniu os multiplicadores, estudantes e famílias para compartilharem as aprendizagens construídas durante a caminhada no projeto, ou seja, os resultados relevantes e depoimentos como esse:

Foi muito bom para mim o Motirõ, melhorei muito, gosto de sempre fazer as atividades ... aprendi a me controlar, e pensar naquilo antes de fazer pra não agir no impulso do momento e não tomar a decisão errada, e também escutar bem antes de falar, porque nem sempre a pessoa está falando mal ... porque aquela pessoa pode estar falando que você é uma ótima pessoa, ótima amiga, temos sempre que escutar as pessoas. Depois do Mõtiro, aprendi a me controlar sempre, a falar não, a não levar tudo para o coração, a ver os dois lados da história e sempre se controlar. Aluno de Uiraúna

O impacto do projeto nesse 2° ciclo foi:


A Pisada do Sertão agradece especialmente ao Instituto Solea pela confiança e apoio, estamos construindo no presente o futuro desejado.

48 visualizações
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
Sem título-1.png
bottom of page